Pause
  • 1

  • 2

  • 3

  • 4

  • 5

  • 6

  • 7

 

Cinco décadas depois do nascimento do hothatch original a Audi mostra seu sucessor.

 

Em 1964 Paddy Hopkirk venceu o Rally de Monte Carlo com um Mini Cooper S; 50 anos depois a Audi deu a resposta: O A1 baseado no hothatch S1. Um pouco atrasado para a festa que já está cheia de Cooper S pelas ruas, a Audi ratifica seu lema “Vorsprung durch Technik” (avanço através da tecnologia), mesmo que tardiamente.

O resultado é uma versão de alta escala do atualizado A1 Quattro de 2012, que teve apenas 333 unidades fabricadas. O S1 tem motor grande para ele, um 2.0 l – assim como o Cooper S – enquanto os modelos desse segmento adotaram os 1.6 l. Ele produz 228 cv enquanto o Mini conta com 189 cv e vem em versões de três ou cinco portas. O S1 teve um acréscimo de preço de R$ 90 para R$ 96 mil, na Europa. Pequena diferença em relação a um Golf GTI três portas por lá, que tem mais espaço interno e um banco traseiro decente.

É o menor Audi a contar com sistema Drive Select – que oferece os programas Efficiency, Auto e Dynamic, que alteram respostas do acelerador, motor e dureza da suspensão – e o S1 traz suspensão melhorada e amortecedores adaptativos standard, novos rolamentos e mangas de alumínio. O controle do carro parece estupendo, mas as estradas suecas nas quais o testamos, parecem judiar demais do S1.

O novo S1 conta com tração integral Quattro – apenas do Fiat Panda oferece tração nas quatro rodas nesse segmento na Europa. O sistema Quattro proporciona 5.8 s para o Audi chegar aos 100 km/h e você o sente operando o tempo todo no controle de seus 228 ‘pôneis’, enviando o excedente deles às rodas traseiras através de uma embreagem central multidisco eletrônica.

Instalar tração integral num A1 não foi tarefa fácil. O diferencial traseiro e homocinéticas não combinariam com o eixo de torção traseiro do A1, que deu lugar a uma estrutura Multi-Link, que abriu espaço para os componentes, mas cortou 60 l de espaço no porta-malas.

Mas, apesar de todo este aparato tecnológico, falta um câmbio de dupla embreagem nele, que penalizaria a frente do carro com 25 kg, muito para um carro pequeno que requer a melhor distribuição de peso possível. Em seu lugar, a caixa manual de seis velocidades é a única opção; funciona muito bem, oferece trocas rápidas e suaves.

Porém, não há como se esquecer que o S1 é um carro rápido. Mesmo com meio acelerador acionado já dá para perceber a enorme quantidade de torque disponível. O motor EA888 divide seu DNA com o do Golf GTI, mas se parece ainda mais vigoroso aqui. Não é apenas o baixo peso do carro o responsável por este comportamento, o motor realmente é a estrela quando você afunda o pé no acelerador, com respostas imediatas que dão a impressão de se estar ar pilotando um kart, exatamente como num... Mini. O consumo também é ótimo, acima dos 16 km/l.

Muito de nossa avaliação aconteceu num pequeno, estreito e sujo circuito e com os carros de teste calçando pneus para neve. Não eram as condições ideais para darmos um veredicto final, mas eu diria que a dirigibilidade poderia ser melhor. Começa com uma posição de dirigir muito alta – no nosso modelo de teste – e com pouco apoio lateral, que deve melhorar com os bancos opcionais. A direção continua levemente vaga, mas sem comprometer, e enquanto o sistema Quattro coloca a potência no chão, ela não acompanha e não gera envolvimento. Na pista, a principal sensação é de que a frente sairá em todas as curvas e a direção não parece querer ajudar na correção.

Fica a impressão de que um Fiesta ST é capaz de entregar muito mais resultado e diversão por muito menos: menos tração, menos peso, menos preço e menos combustível gasto.

Os compradores do S1 não teriam um Ford, claro. Eles preferem o visual do S1, adoram esta potência toda e raramente dirigem rápido ao ponto de que os míseros décimos de segundo que os separam façam alguma diferença. Vai ser interessante avaliar seu desempenho no mercado, não contra o Fiesta, mas contra o Mini.

 

Leia os detalhes da McLaren 650S AQUI

Veja o vídeo de apresentação da Ferrari F14 T para a temporada 2014 da F1 AQUI

Veja a avaliação completa do Maserati Ghibli AQUI

Porsche 911 Targa apresentado no Salão de Detroit, e que chega ao Brasil no segundo semestre. Veja Todas as fotos do modelo AQUI

Veja o novo Chevrolet Corvette Z06 2014 em por todos os ângulos AQUI

Toyota FT-1 Concept mostrado no Salão de Detroit. Clique AQUI para ver o vídeo.

Top News

Lastest headlines:

Mais

Avaliação

Audi A3 E-tron: o melhor híbrido já ...
Daytona 675R é vendida por preço ...
Daytona 675R é vendida por preço ...

A moto esportiva inglesa ...

Audi RS6 Avant ou BMW M5: Quem leva a ...
Audi RS6 Avant ou BMW M5: Quem leva a ...

Números não mentem. Mas ...

Triumph lança promoção para Bonneville ...
Hide Main content block

Segredos

Fiat mostra versão reestilizada do Linea
A Fiat apresentou as primeiras fotos da versão reestilizada do modelo. Com previsão de chegada ao mercado para o mês de abril, o ... More info...

Vídeos

VW faz vídeo de deslançamento da Kombi
A campanha publicitária que marcou o final da fabricação da Kombi, em dezembro do ano passado, está sendo encerrada pela Volkswagen ... More info...

Motorsport

DTM: Audi anuncia Nico Müller para temporada 2014
O time da Audi na temporada 2014 do DTM ganha um reforço: Nico Müller, piloto suíço, de 21 anos de idade, que ocupará a vaga aberta ... More info...

Outros

Hyundai desmente vinda do IX25
Num comunicado curto e sem muitos detalhes, a Hyundai do Brasil desmentiu que pretenda importar ou produzir por aqui o IX25, modelo ... More info...
Daytona 675R é vendida ...

A moto esportiva ...

Triumph lança promoção ...

A Triumph ...

Triumph Trophy SE chega ...

A Triumph está ...

Triumph lança Tiger ...

A Triumph está ...

Nova Honda CBR 500R ...

Para finalizar o ano ...

Nova Triumph Tiger 800 ...

Após ser apresentada ...

Style Setting

Fonts

Layouts( inner pages )

Direction

Template Widths

px  %

px  %